Jump Brasil

Processo de Aceleração (conceitos, etapas, objetivos e condições)

CONCEITO:

O processo de aceleração está baseado na metodologia Customer Development de Steve Blank e se dará em cinco (05) meses, enfatizando as atividades de mentoria, consultoria empresarial e networking, seminários e outras atividades de aprendizagem e conhecimento voltadas para:

(i) Descoberta de Clientes – Adequação solução-problema, proposição do Mínimo Produto Viável e ajuste das etapas de aquisição de novos clientes.
(ii) Validação de Clientes – Ajustes no produto e precificação junto aos clientes (product-market fit), definição do plano de marketing e de vendas e validação do modelo de negócio.
(iii) Aquisição de Clientes – Primeiros investimentos em promoção/publicidade para atração de clientes em escala reduzida para validar os planos de marketing e vendas da startup.
(iv) Investorsday – Apresentação das startups para investidores.

ETAPAS

O processo seleção da Jump Brasil se dá em três (03) etapas. São elas:

(i) Primeira Etapa: Submissão do formulário em www.jumpbrasil.com, sendo obrigatório anexar um vídeo de 2 minutos. Este vídeo deverá ser apresentado pelo time com o objetivo de explicar porque o empreendimento deverá ser acelerado pela JUMP BRASIL.
(ii) Segunda Etapa: Entrevista presencial, na sede da aceleradora, para os projetos selecionados na Primeira Etapa.
(iii) Terceira Etapa: Contratação dos projetos aprovados. Os candidatos estão cientes de que a contratação implica numa participação societária de 6% a 12% a depender do estágio de desenvolvimento do negócio, em contrapartida ao investimento de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) que é investido na empresa.

OBJETIVO

O objetivo da Jump Brasil é transformar startups em empreendimentos escaláveis e de sucesso. Para isso a aceleradora desenvolve e capacita as empresas e suas equipes, gerando valor para os investidores e contribuindo para um ecossistema global ao gerar negócios lucrativos e consistentes.

CONDIÇÕES

Poderão participar do processo seletivo da Jump Brasil – Aceleradora de Negócios grupos de 2 a 3 empreendedores de startups, dos quais um deles, no mínimo, tenha formação ou experiência em TIC.

O empreendimento submetido deverá ter CNPJ. Caso contrário, obriga-se a fazê-lo em até 60 dias após o início do programa. O aporte de capital semente será realizado apenas após esse momento.

A aceleradora foi dimensionada para abrigar até 03 (três) pessoas por empreendimento. Estas pessoas constituirão o núcleo permanente do projeto e deverão participar da mentoria, consultoria e demais atividades que fazem parte do programa. A participação de outros membros da equipe nas atividades ocorrerá mediante disponibilidade de vagas. A startup deverá informar a composição do seu núcleo permanente no processo de submissão do projeto, cujos integrantes deverão comprometer-se a residir no Recife durante o período de aceleração.
Parceiros
Porto Digital Governo Estado PE Grupo Jereissati Instituto Talento Brasil